dindin

 

Aos leitores deste blog, quero informar que  não tenho medo de me expor, na verdade, quero mais me expor porque só assim posso fazer alguma coisa por quem realmente precisa.

Na verdade estou muito desapontada com várias pessoas, tanto de um lado como de outro nessa caminhada por uma comunidade brasileira mais unida e coerente, mas não e não vou desistir do meu objetivo que, é a melhora geral de nossa vida aqui no Japão, seja no lado de trabalho, seja no lado moral.
Eu não generalizo as coisas, tanto que sempre digo que há brasileiros que não cumprem seus deveres e sujam a barra dos que cumprem, porque tem muita gente boa por aqui. Assim como tem japoneses que gostam de brasileiros e que tentam ajudar a gente nessa luta por uma sociedade melhor, e acredito que, os que não gostam têm uma visão errada e também generalizam os brasileiros.

As pessoas vivem falando em dinheiro, que quem está nas campanhas só visa dinheiro, eu só posso dizer que vou tentar fazer um projeto que estou bolando, sem usar dinheiro de ninguém, somente com o esforço nosso do blog (TV Genérica) e da ajuda dos nossos amigos.

Peço a vocês que aguardem, estamos iniciando o projeto hoje, vai demorar algum tempo, mas espero ter novidades em breve pra vocês. Só quero que vocês acreditem que melhorar é possível, mas precisamos pelo menos do apoio moral de vocês pra ter animo nessa difícil caminhada. Se a gente não acreditar que é possível melhorar o ser humano, então não teremos pelo que lutar.

Eu e o Doug não recebemos nada escrevendo aqui, quando vamos aos eventos as despesas são todas por nossa conta, o Doug  faz os vídeos depois da jornada de trabalho, ele dispõe todos  gratuitamente pela net…. então dá pra ver que nosso trabalho não é visando dinheiro.

Nos eventos voluntários que vou não cobro nada, às vezes o responsável pelo evento paga a condução, mas não é sempre também (aliás, já recebi muitas críticas por isso, porque acham que eu tinha que cobrar, principalmente quando vou às prefeituras, mas acredito que o meu trabalho de falar com os japoneses possa transmitir a eles o lado bom dos brasileiros e fazer com que eles vejam que o que queremos é viver em harmonia aqui, e isso pra mim, já é gratificante).

Eu acredito no ser humano, e fico muito triste em ver que as outras pessoas perderam a fé, não a religiosa, não a fé fanática, a fé milagreira, mas, a fé na melhoria moral do nosso irmão do lado, a fé no futuro das nossas crianças, a fé na boa vontade de quem quer ajudar.

Pedimos a colaboração dos nossos leitores! Vamos à Luta!

O silêncio dos bons.pps <==> Download