sueli

 

Aproveitando que o Doug está colocando os videos do Brazilian Day, quero deixar aqui meu protesto!!

Sábado e domingo  Estivemos a tarde inteira tentando fazer nossa roda de Samba e Pagode, já considerada a melhor do Japão, e atraímos muitas pessoas, tanto brasileiros como japoneses, que estavam se divertindo, cantando, dançando, enfim em clima de  festa como realmente deveria ser o Brazilian Day, uma festa BRASILEIRA, que deveria transmitir o espirito brasileiro de alegria e descontração.

Mas infelizmente, fomos diversas vezes interrompidos por pessoas da organização inicialmente dizendo que não poderíamos fazer porque estavamos atrapalhando a passagem ( mentira porque estavamos encostados na barraca e se o pessoal de juntou é porque estava gostando e não estavam atrapalhando mais do que as filas gigantescas que tinha nas barracas pra comprar lanche…), depois que mudamos de lugar vieram dizendo que era porque a concorrencia da frente estava reclamando do Barulho ( mas tinha gente com caixas de som tocando alto e nem era música brasileira), depois até começaram a cogitar que estavamos fazendo concorrencia com o palco ( isso não pe culpa nossa se não colocam coisa que preste pra se apresentar no evento rsrsrsrs).

Somente queria dizer que se, realmente foi reclamação da concorrencia ( que é um grupo que tem um capital avantajado pois tem a churrascaria num ponto chic de Tokyo), acho estranho já que estávamos ATRAINDO O PÚBLICO PARA A FRENTE DA BARRACA DELES, e é claro que com o calor que estava fazendo, todo mundo ia querer beber e comer por lá mesmo, então não teria problema.

Mas só queria mandar um recadinho á Camara do Comercio Brasil/Japão responsável pela organização do evento:

se um colaborador mais rico não está contente com o local onde vai ter que dividir espaço com os “mais pobres” ( o Festival do Brasil é para o público que ama o Brasil, sua gente, sua comida, seus costumes e suas músicas) então é melhor no ano que vem mudarem as barraca s deles de local ( sim porque eles não tem um espaço só, eles compra 3 espaços), talvez um lugar onde eles não precisem dividir a clientela com ninguém…

E eu não vejo vantagem alguma em ter um monte de barracas que não tem nada a ver com o Brasil ( tinha comida americana, japonesa, música cubana, churrasco grego…) ou misses que se dizem brasileiros mas tem nome em  espanhol e desprezar as pessoas que estão querendo levar a cultura brasileira para o público, que nos considera uma atração especial,porque todos perguntavam – porque parou de tocar??  – Que hora vai recomeçar??

Afinal, não é uma atração a mais no evento???

Bom, vamos ver como vai ficar no ano que vem….

Quero ainda salientar que apesar das criticas também vou dizer que pelo menos fiquei feliz em ver que foram contratadas pessoas pra cuidar da limpeza do local.

Isso foi um ponto positivo este ano, sou justa, não vou apenas criticar.

Mas acho que merecemos uma coisa melhor pra assistir nesses dois dias de evento, porque é duro ver tanta gente boa indo se apresentar nos Estados Unidos e na Europa nos Brazilian´s Days de lá e só ficar com refugo por aqui…fora as atrações ruinzinhas de arrumam daqui mesmo ( com algumas exceções é claro) porque não procuram qualidade, mas sim preços…quem aceitar trabalhar por ninharia tão pegando…e o público aceitando, o que é pior….