Queridos amigos, Feliz Ano novo!!

 Perdoem o meu atraso, mas devido ao ataque de vírus indesejaveis no meucomputador acabei ficando dois meses sem poder acessar a internet e consequentemente não pude continuar os posts..

O que aconteceu de novo enquanto isso??

Passou o Natal, passou o Ano Novo, tivemos alguns eventos de final de ano envolvento brasileiros e japoneses,  a terra tremeu no Haiti e o Brasil está se afogando nas enchentes de verão. Ou seja, tudo continua o mesmo de antes…

Mas neste meu retorno só queria esclarecer que ainda estamos na ativa, mesmo para os mais céticos, super ocupados com nossas outras atividades paralelas, mas ainda na ativa…

O fato de ficar dois meses sem computador só me deixaram um pouco irritada com o fato de outras pessoas perderem seu tempo e sua inteligencia ( aliás, acredito que sejam pessoas de uma inteligência fantástica) arquitetando planos pra atrapalhar a vida alheia, enviando vírus para o conputador dos outros.

Porém, por outro lado, nesse tempo acabei redescobrindo minha avidez por leitura, pois há algum tempo eu não tinha tempo pra ler um bom livro, visto que sempre tinha e-mails pra passar, documentos para escrever no PC, panfletos para divulgar etc, etc….coisas que eu fazia noite adentro e que, durante o tempo que fiquei sem PC, me obrigaram a utilizar minhas horas vagas em outras atividades que não fizessem barulho (não dava pra treinar cantar, por exemplo) e o jeito foi voltar a ler, uma vez que detesto perder meu tempo com novelas e programas que ao inves de incentivarem minha mente me fazem cada vez mais interessado em saber da vida alheia….

Descobri que tenho saudades dos tempos que não havia computador, que íamos aos barzinhos e lanchonetes conversar, trocavamos livros e receitas,  trocavamos cartas pra colecionar os selos, os amigos falavam mais ao telefone ou passavam em casa pra tomar um cafezinho… enfim,  havia mais contato humano e se arrumava tempo, porque não se ficava tão dependente da modernidade, que acaba nos fazendo arrumar mais coisas pra fazer e consequentemente,  ao invés de aliviar nossa carga horária, acaba nos fazendo mais dependentes do relógio.

Por Sueli Gushi

Mas não se pode parar o tempo, então o jeito é se ajustar a evolução da civilização… mas acredito que  cada dia que passa nos tornamos menos humanos..

Mas desejo que este ano do Tigre ( aliás o meu signo oriental)  represente  um ano de realizações a todos nós!!!